A QUEDA DO GIGANTE – Géci de Castro Benatto*

with Nenhum comentário

Um baque surdo e o farfalhar dos galhos do pinheiro a tombar marcarão para sempre o coração da menininha que olha a cena de longe. A época é de inverno e os pinhões que caem no chão, despencando da majestosa … leia mais

MANDALAS – Isis de Castro

with 1 comentário

Fotos: Ricelly Sousa MANDALAS… Calá-las… ou dar-lhes falas… interpretá-las, senti-las, imaginá-las… Iluminá-las à luz de velas… Contradizê-las… Celebrá-las… Nas forças telúricas, dançá-las… No auge da lua, luá-las… Movê-las… Girá-las… Transtorná-las, transformá-las… Não sabes o quanto abalas… E enquanto ninguém te fala, … leia mais

CÂNTICO NEGRO – José Régio

with Nenhum comentário

“Vem por aqui” — dizem-me alguns com os olhos doces estendendo-me os braços, e seguros de que seria bom que eu os ouvisse quando me dizem: “vem por aqui!” Eu olho-os com olhos lassos, (há, nos olhos meus, ironias e … leia mais

1 2 3