MASSAGEAR EM PROSA E VERSO – Isis de Castro.

Por Isis de Castro

Corpo é prazer, fonte de estudo. Corpo desnudo que não sabe tudo… Corpo que se mexe, que transcende. Corpo que acende… que ascende… Senti-lo fluir sem intenção, suavemente, interagindo em mútua percepção que se sucede rápida em flashes… As mãos apertam carnes, sentem sangue por baixo pulsando, pulsante… Seres humanos frágeis, entregues, dóceis, inocentes como…