FELICIDADES – Bertolt Brecht

Por Isis de Castro

O primeiro olhar da janela de manhã O velho livro perdido e reencontrado Rostos animados A neve, a sucessão das estações Jornais O cachorro A dialética Tomar um banho, nadar um pouco A música antiga Sapatos macios Compreender A música nova Escrever, plantar Viajar, cantar Ser camarada… https://www.facebook.com/vivapoesiatododia/ QUER SABER MAIS SOBRE ISIS DE CASTRO,…

JANELA DA ALMA – Isis de Castro.

Por Isis de Castro

  O trem parte com seu apito potente, que acaba se perdendo no tempo, no espaço, restando apenas seu eco misturado com o presente. É difícil descrever um momento de epifania, a experiência mística, porque é pura imagem e sensação, sem legenda, sem explicação. Fecho os olhos externos, abro os internos e ali estão todas…