ESPELHO, ESPELHO MEU – Isis de Castro

with Nenhum comentário
espelho 11

Hoje me olhei no espelho e sorri. E me amei.

Um mar de pessoas dançava a minha frente.

Como podia ter passado por mim tanta gente!…

Naquela breve e intensa passagem,

com tantas cenas, tantas imagens,

parei em uma, acionei stop na imaginação

e me vi entrando em meu quarto

numa manhã ensolarada.

Chegando perto da cômoda algo chamou atenção.

Brotava brejeira do centro da terra

a lisa, linda e limpa folha verde azulada

e aquilo me alegra!

Sorrio e meu coração sorri.

Chorei a alegria de não ter o que dizer

porque a vida eclodia

e não precisava mais nada.

A semente que ganhei, brotou!

Nasceu bem diante dos meus olhos arregalados

e úmidos de alegria.

Hoje é uma árvore plantada em uma casa que morei.

Às vezes passo lá só para olhar.

Belezas que gosto de colocar em meu caminhar.

Escrevendo, sinto cheiro de terra, gosto de folha,

ouço o vento os seus galhos balouçar…

Minha pele treme e o coração acalma.

Estou capaz de perdoar.

E então olho de novo o espelho e sorrio.

Posso sentir em essência minha alma.

Puxa! Como é bom me amar!…

 

espelho 8

QUER SABER MAIS SOBRE ISIS DE CASTRO, ACESSE:

Isis de Castro

QUER SABER MAIS SOBRE TEMPO DE ESCOLHA, ACESSE:

Sobre

Comentários

Comentários

Bem vindo! Aqui falamos de amor, paz, alegria, saúde, abundância. Vamos junt@s?...