Lua-nova

De madrugada abro a janela e me invade “la luna bela”

reinando plena sobre o cajueiro imponente.

Nem me lembrei que assim é ela pra toda gente…

Parecia que se mostrava só para mim,

mergulhada na noite pulsante e quente…

Tão nova e linda em seu trajeto sorridente,

apenas resplandecia como um cálice, uma bacia,

acolhendo sonhos que se criem, que aumentem.

Senti sua força inovadora e criativa,

sua fluência, respirei sua energia

no silêncio da noite que sumia

dando lugar aos raios de sol, levemente anunciados…

Véus e nuvens brincavam pelo céu,

os astros bailavam sua eterna canção,

e eu tão pequena e, como sempre, extasiada

diante da grandeza que ali descortinava,

quedei-me deixando expandir a emoção.

Pulsar e respirar, o privilégio diário de viver,

neste momento o sentimento é gratidão…

QUER SABER MAIS SOBRE TEMPO DE ESCOLHA, ACESSE:

Sobre

QUER SABER MAIS SOBRE ISIS DE CASTRO, ACESSE:

Isis de Castro

Comentários

Comentários