Vi minha Mãe exalar seu último suspiro, e isso muda o resto da minha vida.

A vida… continua… a fila anda… as demandas do cotidiano permanecem, só que agora sem a presença física dela… da minha Mãe…

Não houve em minha vida momento de intimidade tão profunda como acompanhar sua partida minuto a minuto até que, dormindo relaxada, num momento respirava e no seguinte não mais…

Senti um silêncio profundo dentro de mim. Mais um dia nascia enquanto minha Mãe seguia em direção ao sol… Na madrugada chegou a este mundo, numa lua minguante, da mesma forma partiu…

O tempo, implacável, aponta um mês transcorrido daquele evento pacífico e silencioso, faltando 5 para as 5 da manhã do dia 5 de março de 2021.

Segundo  a Numerologia Quântica do Mestre Artam, “O cinco é representado pelo Pentagrama, que é a estrela de cinco pontas. Logo, representa o homem perante ao Universo. Ele nos mostra a nossa pequenez física, e a nossa grandeza espiritual. Cinco é a nossa evolução enquanto seres celestiais, nossa liberdade do corpo físico, é crescimento e a aventura! Para os gregos e romanos, o cinco era o amuleto protetor contra portais do inferno.”

Um alento…

Sabia que finalmente descansara. Sabia que queria morrer porque estava sofrendo muito. Libertara-se…… Mas a estupefação prevaleceu naquele momento. Acabava de ficar órfã da minha Mãe. Nunca mais seu abraço, sua bênção diária, sua mão carinhosa passando creme nas minhas costas….

Ao mesmo tempo uma sensação forte de que ela estava leve e feliz e que continuamos conectadas porque a morte não desfaz o amor, muito menos o mais antigo da minha vida… E nós nos amamos muito desde sempre…

Com ela aprendi a acolher, cuidar, aceitar, amar incondicionalmente, envelhecer e… morrer…

Pensei em prestar-lhe uma homenagem de despedida da sua presença física e aceitação plena dela em minhas células, minha ancestralidade e posteridade…

Em tempos de pandemia não pode ser uma cerimônia convencional. Ela foi protestante presbiteriana ferrenha durante a maior parte da sua vida, atuante, frequentadora, cantou no coral, ia à Escola Dominical, mas nos últimos anos passou a questionar muitas coisas e por em dúvida suas próprias convicções.

Assim pensei em fazer uma meditação de 30 minutos dedicada à sua memória, representando nossa árvore genealógica, e compartilhando com quem se sentir sensível à proposta, de modo a incluir sua própria genealogia com intenção de cura, luz, paz, amor infinito.

Em agradecimento à sua presença em nossas vidas com humor, graça, amor, sorrisos, bênçãos… A famosa “carne da Mama”, que fazia para mim sempre porque sabia que eu gostava…

Minha Mãe e sua delicadeza… Minha Mãe Menininha… Minha Mãe e seu amor… Para sempre…

Será esta a intenção da meditação. Pela minha, pela sua Mãe, ancestralidade e raiz repletas de luz e amor. Uma egrégora que ela merece. Eu mereço. Você merece.

Começarei pontualmente e terminarei pontualmente, quem chegar a qualquer tempo é bem vindo e bem vinda, pois não haverá interação, apenas a meditação que estarei conduzindo.

Agradeço pelo amor dedicado a ela. Às 4:55 hs da manhã estarei recolhida em silêncio e meditação, apenas enviando luz para ela, durante meia hora. Quem quiser se conectar, fique à vontade.

A meditação será dia 05 de abril de 2021 – segunda feira – às 20:00 hs. pelo Zoom – segue convite:

https://us04web.zoom.us/j/76414748006?pwd=ZjJ6bFZCd2NTVm44TUlSd1pBeGpsZz09

QUER SABER MAIS SOBRE ISIS DE CASTRO, ACESSE:

QUER SABER MAIS SOBRE TEMPO DE ESCOLHA, ACESSE:

Comentários

Comentários