mestre

Ser Mestre significa assumir sua própria “Capacidade”.

Mestre é aquele que não procura mais simples respostas óbvias, que poderiam facilitar ou evitar seu processo de auto descoberta.

Ser Mestre é amar a verdade e fazer disso seu caminho, mesmo que isso lhe pareça uma árdua tarefa.

O Mestre opta por dedicar sua vida, sua mente, seus sonhos, a demonstrar a grande e inexorável verdade “Somos todos Divinos”.

O Mestre é aquele que pressente e sente essa realidade e se coloca como um instrutor no processo de “Voltar à Origem”; e assim, como um instrutor, ele também segue seu caminho, procurando igualmente sua perfeição.

O Mestre é alguém que também usa sua sombra, seu lado escuro e descrente como instrutor, pois ele é alguém que já conheceu muitas outras formas de “aparente realidade” – esteve no inferno, provou o céu, viveu sua vida, buscou algo (com alegria ou desespero), sentiu tédio, provou o vazio e o sublime, e no final percebeu que estava preparado para o próximo passo e então apenas confiou no destino, no universo e em si mesmo.

É preciso ter fé em si mesmo para se tornar um Mestre, pois o Mestre ensina e aprende, é um professor de homens e um aluno de Deus; e Deus se coloca no caminho – está lá num amigo aflito, numa pergunta complicada, numa simples sugestão, nas horas de aparente ócio, nos momentos de iniciação.

Ser Mestre significa acreditar na Vida.

O Mestre é aquele que faz a sublime mágica da Esperança.

 

QUER SABER MAIS SOBRE TEMPO DE ESCOLHA, ACESSE:

Sobre

QUER SABER MAIS SOBRE ISIS DE CASTRO, ACESSE:

Isis de Castro

 

 

Comentários

Comentários