sheila

SHEILA NA GIG
(Amy Sophia Marashinsky – O Oráculo da Deusa)

ABERTURA

Eu ilumino a minha vulva para todos verem
Eu a abro bem
o portal por onde tudo passa
a passagem para a vida
Eu digo: entre pelo meu portal
abra-se ao que existe
Se você tem algo importante
mostre
para que todos possam ver
Eu sou a abertura para este mundo
o sagrado e o absurdo
o selvagem e o bárbaro
o audaz e o impudente
Eu sou a bruxa
aberta por tantas voltas
destruída
isolada
trespassada
Eu sou o Portal para a Vida
e digo
Abra-o!

Antiga Deusa do nascimento e da morte, a figura risonha de Sheila Na Gig, com as duas mãos segurando aberta sua yoni adornava muitos portais de igrejas até ser derrubada e destruída pelos ofendidos. Os celtas reverenciavam o poder sagrado dos órgõs genitais femininos e usavam esculturas que os representavam para proteção. Sheila Na Gig é retratada aqui como uma bruxa (mulher sábia) em toda sua glória: caixa torácica de esqueleto, seios secos e caídos, com alguns dentes remanescentes e pouco cabelo, mas vibrante e desafiadora na beleza da sua idade. Essa beleza é direito de toda mulher, que deve reclamá-la. Ela desafia você a olhar para ela, enfrentar o medo de ficar velha e triunfar em sua celebração de que ficará velha e morrerá.

acesse o link: http://www.playgroundmag.net/noticias/actualidad/mujeres-desnudo-arte-aleah_chapin_0_1413458645.html

ORÁCULOS – Isis de Castro

A VELHA – Isis de Castro

QUER SABER MAIS SOBRE TEMPO DE ESCOLHA, ACESSE:

Sobre

QUER SABER MAIS SOBRE ISIS DE CASTRO, ACESSE:

Isis de Castro

Comentários

Comentários