Visionários do caminho…

Será este um novo ninho

que nos possa acolher?

Atrofiados, coagidos, instados,

confinados, solitários, oprimidos,

que não cansam de sonhar

em um novo alvorecer…

Povo somos nós, sou eu, é você.

Só nós sabemos do que precisamos,

merecemos, pagamos, sofremos…

É preciso esquecer as divergências…

O mundo é outro, é preciso acordar!

“Imagine all the people”,

gritava John nos microfones

enquanto vagávamos como clones,

achando lindo mas sem internalizar.

Não acreditamos e agora, de repente,

explode a verdade diante de nós.

Chega dos ídolos de pés de barro,

salvadores da pátria, não precisamos.

Unidos somos fortes em nossas diferenças

e sabedorias, experiências, talentos,

capazes de novos tentos,

se unidos, sem desavenças,

olhando nos olhos do outro,

por cima de todas as máscaras

como agora nos obriga,

sentimos a grandeza da vida

e evitamos qualquer briga…

Temos filhos, temos netos,

temos pais e mães,

e avôs e avós,

irmãos e irmãs e toda a família,

e amigos e vizinhos,

e colegas de trabalho,

e inimigos também.

Todos merecem viver,

cumprir sua missão,

assumir suas escolhas…

Afinal, isso tudo ao final,

será levado pelo vento,

junto com o outono e suas folhas…

Não se iluda, nada disso é real.

QUER SABER MAIS SOBRE ISIS DE CASTRO, ACESSE:

Isis de Castro

QUER SABER MAIS SOBRE TEMPO DE ESCOLHA, ACESSE:

Sobre

 

 

Comentários

Comentários